Está aqui

O privilégio foi todo nosso, João

O João Semedo mostrou-nos que a política não se resume aos cargos, ao protagonismo nem ao poder vazio.

Quando entrei para o Bloco o João Semedo já lá estava, e mal podia imaginar que, quatro anos mais tarde, seria dele o telefonema que me traria para o Parlamento. Passaram mais cinco anos e é agora, enquanto faço as contas ao tempo, que tomo consciência do tamanho do seu contributo.

O João Semedo era meticuloso e determinado, quase obstinado. Escrevia em vários cadernos de apontamentos, acho que quase sempre com as mesmas canetas. Um para cada tema, um para o agora e outro para o depois, um para factos outro para ideias. Era assim que o via preparar-se para as comissões de inquérito que o tornaram tão conhecido. "O Diabo está nos detalhes", dizia, e por isso fazia aqueles esquemas enormes, com as datas, os nomes, as ligações. Por isso me lembro dele a trabalhar pela noite dentro, quando mais ninguém o fazia, e já toda a gente tinha saído.

Tinha um jeito próprio de fazer política, tranquilo, afável, mas nem por isso menos certeiro. Fazia-o porque era o seu jeito, mas também porque sabia que as coisas mais duras devem ser ditas com calma. E a verdade é que quase ninguém, mesmo em campos políticos distintos, resistia à sua gentileza atrevida.

O João Semedo construía pontes com talento, unia gente diferente em torno das coisas mais importantes, como bem vimos nos encontros da Aula Magna. Fazia-o como ninguém, porque podia. Porque não tinha paciência para sectarismos, e porque era precedido pela sua reputação de competência e honestidade.

Esteve 9 anos na Assembleia da República e, do testamento vital à Carta dos Direitos dos Utentes do SNS, não haverá muitos deputados com um legado tão concreto e consistente. Deixou o Parlamento em 2015 e foi já doente que organizou duas das mais importantes disputas do nosso presente: o direito a morrer com dignidade e uma nova Lei de Bases do SNS.

Mostrou-nos que a política não se resume aos cargos, ao protagonismo nem ao poder vazio. É uma forma de viver, um compromisso, e é vontade de construir liberdade e justiça, até ao fim. Obrigada. O privilégio foi todo nosso, João Semedo.

Artigo publicado no “Jornal de Notícias” a 24 de julho de 2018

Sobre o/a autor(a)

Deputada. Dirigente do Bloco de Esquerda. Economista.
(...)

Resto dossier

João Semedo (1951-2018) - Foto de Paulete Matos

João Semedo (1951-2018)

Neste dossier, lembramos João Semedo, antigo coordenador do Bloco de Esquerda, através de artigos, opiniões, vídeos, fotogalerias que o esquerda.net publicou desde o seu falecimento, em 17 de julho passado.

Homenagem a João Semedo este sábado em Lisboa

Amigos, camaradas e familiares do antigo coordenador do Bloco vão lembrá-lo numa homenagem pública, este sábado a partir das 16h30 no Teatro São Luiz.

João Semedo: discursos marcantes

Relembramos neste podcast alguns momentos marcantes de João Semedo no Bloco.

Continuamos a caminhar, João

Coube-me a tarefa de assessorar o João no seu primeiro debate parlamentar, uma interpelação ao governo sobre política de saúde, pouco depois da sua chegada a S. Bento.

Homenagem a João Semedo (podcast)

Podes ouvir aqui todas as intervenções na sessão de homenagem a João Semedo, que decorreu a 19 de julho no Teatro Rivoli, no Porto.

O privilégio foi todo nosso, João

O João Semedo mostrou-nos que a política não se resume aos cargos, ao protagonismo nem ao poder vazio.

As tarefas de João Semedo

As duas últimas batalhas - uma nova lei do SNS e a morte assistida - foram as mais difíceis e não conseguiu ganhá-las. Mas não as perdeu. Deixou sementes.

João

O generoso João garantiu que seríamos muitos mais do que pensávamos a ter essa consciência e prontos para assumir essa responsabilidade.

Obrigada, João

Teve intervenção política por inteiro até ao fim. Perguntou, sugeriu, alertou. Discutimos tudo o que ia acontecendo, nenhum tema deixou de o ocupar.

Centenas de pessoas encheram o Rivoli nesta homenagem póstuma a João Semedo.

João Semedo: Rivoli a transbordar para a homenagem

Foi de casa cheia que o Rivoli homenageou João Semedo. Amigos, família, camaradas, centenas de pessoas juntaram-se ali para esta despedida em jeito de homenagem.

Homenagem a João Semedo

Veja aqui a sessão de homenagem a João Semedo realizada esta quinta feira no Rivoli, no Porto.

O braço do João

A morte do João Semedo surpreendeu-me, de tal forma, que ainda me custa a acreditar que se foi e que não vou receber mais aquelas mensagens encorajadoras nos maus momentos e de felicitações nos bons.

João Semedo

O João percebeu que o cancro o tinha vencido, mas nunca desistiu de puxar pela vida.

Intervenções, testemunhos, poesia e música para homenagear João Semedo

A sessão de homenagem ao ex-coordenador do Bloco realizar-se-á esta quinta-feira, 19 de julho, no Rivoli, no Porto, às 21h. A par de intervenções e testemunhos de amigos e companheiros de lutas de João Semedo, a iniciativa contará ainda com momentos de música e poesia.

"João Semedo foi um cidadão exemplarmente empenhado e um grande parlamentar"

José Manuel Pureza pronuncia o voto de pesar pelo falecimento de João Semedo que foi aprovado por unanimidade pela Assembleia da República.

AR aprova voto de pesar pelo falecimento de João Semedo

No voto de pesar aprovado por unanimidade, a Assembleia da República manifesta a sua profunda consternação pela morte do cidadão exemplarmente empenhado e do grande parlamentar que foi João Semedo.

Centenas despediram-se de João Semedo com aplausos

Familiares, políticos de vários quadrantes e muitos cidadãos prestaram a última homenagem ao ex-coordenador do Bloco esta quarta-feira no Porto.

João Semedo

Como recordo Mário Soares

Neste artigo, publicado em janeiro de 2017, João Semedo escreveu sobre Mário Soares, destacou diferentes facetas e realçou: “do que não duvido é da sua consagração pela História como fundador da democracia portuguesa e da segunda República”.

Aquele em quem confiávamos

Quando se fizer a História das conquistas de uma democracia avançada em Portugal, o nome do João Semedo estará lá, como referência maior.

Catarina: João Semedo ficará “na história dos avanços da nossa democracia”

Catarina Martins destacou a generosidade que o ex-coordenador bloquista trazia às causas que abraçou e que fazem parte da história da democracia portuguesa.

Reações ao falecimento de João Semedo

O esquerda.net publica as notas de condolência e as reações à morte do antigo coordenador bloquista.

Vídeo: o João no Bloco

João Semedo em campanhas e iniciativas do Bloco de Esquerda. Fotos de Paulete Matos.

"Tive uma vida muito intensa, o que me enche de felicidade e boa disposição"

Antes de ser obrigado a abandonar por razões de saúde a candidatura à Câmara do Porto, João Semedo deu esta entrevista para um vídeo de campanha em alguns dos locais da cidade que mais marcaram a sua vida.

João Semedo (1951-2018)

Militante comunista contra a ditadura, defendeu a renovação do PCP e encontrou no Bloco de Esquerda o espaço de intervenção capaz de mudar a política portuguesa. “Tive a vida que escolhi, a vida que quis, não tenho nada de que me arrependa no que foi importante”, disse João Semedo na última grande entrevista que concedeu.